quero um burro, 2020

 

2×2,5m, acrílico, tinta-da-china e vieux-chêne (e tinta de água) s/papel

 

a partir do filme “Fé nos Burros” de João Pedro Marnoto com a colaboração de Miguel Nóvoa que há uma década andaram por Trás-os-Montes à procura e a retratar burros e machos